CCXP 2019: Diretor de Dois Irmãos vem à CCXP e traz cenas inéditas da animação

 CCXP 2019: Diretor de Dois Irmãos vem à CCXP e traz cenas inéditas da animação

Após a exibição de Frozen II neste sábado (7), o painel da Disney continuou focado nas animações seguindo com a próxima obra dos estúdios Pixar, Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica. O diretor Dan Scalon (Universidade Monstros) foi o convidado do evento e trouxe algumas informações bem legais sobre a obra, além de cenas inéditas.

O estúdio que já é especializado em fazer o público derramar lágrimas com seus filmes parece que irá acertar a mão novamente, pois a trama do filme é bastante pessoal, como Scalon comentou no painel, “Como meu pai faleceu quando eu era muito pequeno, eu não tive oportunidade de conviver com ele, minhas lembranças eram de fotos. O contato mais próximo veio quando uma tia encontrou um VHS que tinha um trecho de áudio dele, foi quando pude conhecer sua voz”. O áudio mencionado, assim como fotos do diretor e sua família, foram exibidas para o público no Auditório Cinemark.

E assim, Scalon introduz a trama de seu filme: dois irmãos cujo pai faleceu quando ainda eram crianças, ganham um cajado com uma Gema de Fênix, que permite que eles ressucitem seu pai por 24 horas. Entretanto, algo dá errado e apenas as pernas do pai voltam, o que lança a dupla numa jornada para conseguir concluir o feitiço e, enfim, ter uma chance de passar um dia com o pai. A obra se passa em um universo fantástico, com elfos, trolls, gnomos, etc, e segundo o diretor foram criador diversos designs de personagens para o filme.

Conforme o diretor explicava mais sobre a produção, foram exibidas três cenas que ilustraram um pouco da obra. A seguir, você pode conferir a descrição dos momentos exibidos no painel, que não revelam muito, mas não leia caso não queira saber de potenciais “spoilers”.

A primeira cena mostra os irmãos Ian e Barley (respectivamente dublados por Tom Holland e Chris Pratt), recebendo da mãe deles um cajado de presente que fora deixado pelo pai. Segundo a mãe, ele pediu que fosse entregue no aniversário de 16 anos de Ian e junto do cajado há uma Gema de Fênix e um feitiço escrito em um papel, que o pai criou para que pudesse voltar à terra por 24 horas e conhecer seus filhos já grandes. A cena deixa claro as personalidades dos irmãos: Barley, o confiante irmão mais velho que tem muito interesse na magia e Ian, o caçula mais tímido e inseguro. Quando Barley tenta executar o feitiço, nada acontece e ele desiste após várias tentativas, mas Ian, ao proferir as palavras sem muita empolgação, consegue realizá-lo. No auge do feitiço, entretanto, a gema se destrói e somente as pernas e quadril do pai retornam. A cena termina com Barley convencendo Ian que a única forma de resolverem isso é achar outra gema para concluir o feitiço, algo que eles farão se baseando no baralho de RPG do irmão mais velho.

O segundo momento foi uma cena de “ação”. Por algum motivo, Barley está pequeno e não pode dirigir, mas isso não o impede de arranjar briga com uma gangue de fadas motoqueiras após dizer que elas “perderam o costume de voar por preguiça”, algo que piora drasticamente quando as pernas do pai acabam derrubando as motos delas. Isso acaba levando-os a uma perseguição na estrada, com Ian dirigindo a van dos dois, mesmo sem ter uma carteira de motorista. A sequência é ótima e usa bastante humor físico, aproveitando muito bem os elementos de cena (as motos, as correntes usadas pelas fadas, outros carros) para criar uma adrenalina para o momento.

Já a cena final é um momento mais calmo, mas ainda bastante tenso. Isso por que a jornada leva a dupla até um penhasco com um poço sem fundo – literalmente, pois caso eles caiam ali, o farão para sempre. Para conseguirem atravessar é necessário abaixar uma ponte levadiça, mas a alavanca está do outro lado e mesmo Ian estando mais confiante no uso da magia, ele não consegue puxá-la de longe. Barley então sugere que ele use um feitiço para materializar uma ponte e chegar ao outro lado, mas para isso ele precisa ter plena confiança na magia e o tranquiliza informando que irá amarrar uma corda na cintura de Ian, então caso ele não consiga no meio do caminho, não irá cair no poço sem fundo. No primeiro momento, o irmão mais novo não consegue realizar o feitiço, mas consegue após uma segunda tentativa. Na metade do caminho, porém, a corda desenrosca sem que ele note. A tensão fica por conta de Barley, pois sabe que se o irmão notar e ficar assustado, o feitiço irá se desfazer. Quando Ian consegue finalmente atravessar – após quase cair ao olhar para trás e vacilar –, ele afirma que precisava da corda, ao que Barley questiona “Precisava mesmo?”.

Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica tem data de estréia marcada para 5 de março de 2020 nos cinemas brasileiros. A CCXP 2019 ocorre entre os dias 05 e 08 de Dezembro com ingressos esgotados. 

Originalmente publicado em http://salveferris.com/ em 8 de dezembro de 2019.

Adam

https://adamwilliam.com.br

"Os filmes existem, é por isso que eu assisto!" Não é exatamente um "crítico de cinema", mas curte o termo "Filmmelier". Sonha em crescer e ser o Homem-Aranha um dia. Acredita que a vida não é sobre o quão forte bate, mas o quanto se aguenta apanhar. Mestre Pokémon, Sonserino e assíduo visitante da Terra Média.

Leia também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *